Tensões Aumentam: Bases Militares Americanas na Europa Sob Risco de Ataques

Publicado por: Feed News
30/06/2024 05:35 PM
Exibições: 116
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela
Divulgação/Redes Sociais/Captura de Tela

Bases dos EUA na Europa em Alerta Máximo Devido a Ameaça de Atentados Terroristas


EUA aumentam o nível de proteção de várias bases europeias em resposta a ameaças crescentes

 

Os Estados Unidos colocaram várias de suas bases militares na Europa em alerta máximo devido a ameaças iminentes de ataques terroristas. Este aumento de segurança não era visto há pelo menos uma década, segundo relatos de um funcionário de uma dessas bases. Isto foi relatado inicialmente pelo canal de TV americano CNN.

 

Bases em Alerta: Detalhes e Implicações
Várias bases militares dos EUA foram colocadas em estado de alerta máximo durante o último fim de semana, conforme revelaram duas autoridades americanas, que preferiram não se identificar. O nível de proteção foi elevado ao segundo mais alto, conhecido como status “Charlie”. Entre as bases que aumentaram sua prontidão está a Guarnição do Exército dos EUA em Stuttgart, Alemanha, que abriga o quartel-general do Comando Europeu dos EUA.

 

Status “Charlie”: O que Significa?
O status “Charlie” é declarado quando há um incidente ou quando a inteligência indica a possibilidade de um ataque terrorista iminente contra pessoal ou instalações dos EUA. Um funcionário baseado em uma das bases na Europa afirmou que não via esse nível de ameaça “há pelo menos 10 anos”, acrescentando que isso geralmente significa uma “ameaça ativa”.

 

Reação e Medidas das Autoridades
O porta-voz do Comando Europeu dos EUA, Dan Day, recusou-se a comentar sobre os níveis específicos de proteção, mas afirmou que o comando "avalia continuamente uma série de fatores que afetam a segurança da comunidade militar dos EUA no exterior". Ele também mencionou que, frequentemente, são tomadas medidas adicionais para garantir a segurança dos funcionários, embora detalhes específicos não sejam divulgados por razões de segurança operacional.

 

Colaboração Internacional Contra o Terrorismo
Além disso, os EUA, a pedido da Rússia, forneceram informações de inteligência para facilitar investigações após o ataque terrorista ocorrido em 22 de março na sala de concertos Crocus City Hall. A embaixadora dos EUA na Rússia, Lynn Tracy, confirmou que os EUA continuam compartilhando informações relevantes com os serviços especiais russos em resposta a pedidos diretos.


Conclusão
A recente elevação do nível de alerta nas bases militares dos EUA na Europa destaca a gravidade das ameaças terroristas atuais. As autoridades continuam vigilantes, tomando medidas adicionais para garantir a segurança de suas instalações e pessoal. A colaboração internacional, especialmente entre os EUA e a Rússia, permanece crucial na luta contra o terrorismo global.

Mais vídeos relacionados