Solidão: consequências graves para o corpo e a saúde

Publicado por: Feed News
19/04/2024 01:22 PM
Exibições: 42
Cortesia Editorial Freepik
Cortesia Editorial Freepik

Os impactos graves da solidão na saúde do corpo e da mente

 

A solidão vai além de um estado emocional, podendo desencadear reações físicas sérias, de acordo com uma nova pesquisa em Psicologia. A falta de conexões sociais não apenas afeta a saúde mental e o bem-estar, mas também pode ter consequências catastróficas para a saúde física.

 

Síndrome imunometabólica

A solidão crônica afeta vias fisiológicas, incluindo o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, inflamação, metabolismo e função cerebral, desencadeando respostas intensificadas ao estresse e perturbando a regulação hormonal.


Mudanças epigenéticas

A solidão pode alterar a expressão genética, influenciando a metilação, processo relacionado à resposta genética a influências adversas. Modelos de expressão genética associados a resultados negativos para a saúde podem ser desencadeados.


Telômeros e envelhecimento

A solidão é vinculada ao encurtamento dos telômeros, sequências de DNA nas extremidades dos cromossomos associadas ao envelhecimento. Estudos indicam que a solidão crônica pode acelerar o envelhecimento celular.


Uso de substâncias psicoativas

A solidão está associada a problemas de abuso de substâncias, criando relações complexas. Pessoas solitárias podem recorrer a substâncias psicoativas para regular emoções, enquanto o abuso dessas substâncias pode aumentar a solidão.


Autocuidado deficiente

A solidão influencia negativamente o autocuidado, levando a níveis mais baixos de atividade física, risco de subnutrição, perturbações alimentares e baixa adesão a regimes de tratamento. Indivíduos solitários podem ter dificuldades em motivar-se para cuidar da saúde.


Distúrbios do sono

A falta de conexão social pode interferir no sono, correlacionando-se com distúrbios do sono em diferentes faixas etárias. A solidão está associada a problemas do sono, tanto auto-relatados quanto medidos objetivamente.


A pesquisa destaca a necessidade de compreender e abordar não apenas os aspectos emocionais, mas também os impactos físicos da solidão na saúde. Promover conexões sociais e intervenções que abordem esses aspectos é crucial para o bem-estar global das pessoas.

 

Ronaldo S.

Conteudista da The Mobile Television Network

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags: