linfoma Não-Hodgkin: É preciso compreender a seriedade desse tipo de câncer

Publicado por: Feed News
01/08/2023 09:42 AM
Exibições: 153
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

Linfoma Não-Hodgkin (LNH): Desvendando as Características e Complexidades desse Tipo de Câncer

 

O linfoma Não-Hodgkin (LNH) é um tipo de câncer que tem origem nas células do sistema linfático e se caracteriza por se espalhar de maneira não ordenada pelo corpo. Com mais de 50 tipos diferentes de neoplasias derivadas dos linfócitos, as células brancas do sangue, o LNH é classificado como o oitavo tipo de tumor mais frequente.

 

Dentre a diversidade de subtipos, a gravidade do linfoma Não-Hodgkin pode variar consideravelmente. Enquanto alguns subtipos podem ser curáveis, outros são considerados incuráveis e exigem abordagens de tratamento específicas. Os linfomas indolentes, por exemplo, são menos agressivos, mas podem não ser curáveis. Geralmente, são tratados no momento em que surgem, com o objetivo de controlar o crescimento do tumor e gerenciar os sintomas da doença.

 

Por outro lado, existem tipos mais agressivos de LNH, como o linfoma difuso de grandes células B, o linfoblástico e o linfoma de Burkitt. Esses subtipos demandam tratamento imediato e intensivo para combater a rápida progressão da doença.

 

Um ponto essencial para lidar com o linfoma Não-Hodgkin é contar com uma equipe médica especializada  que conduza o diagnóstico e elabore um plano de tratamento adequado para cada paciente. O estágio da doença, o tipo específico de LNH e a condição de saúde geral do indivíduo são fatores cruciais a serem considerados no processo de tomada de decisões.

 

Segundo o Dr. Vinicius Tomazini, hematologista da Clínica CTO Centro de Tratamentos Oncológico em Ribeirão Preto - SP, "Os principais sintomas dos linfomas são aumento dos gânglios, também popularmente conhecidos como "ínguas", febre, perda de peso, sudorese no período da noite e queixa de fadiga. Assim como os outros tipos de tumores, os linfomas também merecem atenção quanto a um diagnóstico rápido, o qual é realizado através da biópsia do gânglio em crescimento. Na suspeita de um linfoma, procurar um especialista é essencial. Vale deixar claro para a população que temos vários subtipos de linfoma não-Hodgkin, que diferem quanto a perfil de doença e também no tratamento. Portanto, pergunte ao seu médico sobre o seu subtipo de linfoma. E outro ponto importante é que o tipo do tratamento depende do linfoma mas também depende de fatores do próprio paciente"

 

Sobre a Equipe de Quimioterapia e Radiologia:

No caso da Santa Casa de Araraquara,  o time de enfermeiros e farmacêuticos é um dos mais completos e experientes da região e  desempenham um papel fundamental na sala de quimioterapia e radioterapia. Eles são essenciais para garantir que o paciente receba o melhor cuidado possível durante o tratamento, proporcionando um ambiente acolhedor e seguro para enfrentar esse desafio.

 

Como relata a coordenadora Sandra Almeida: "No ambiente da sala de quimioterapia e radioterapia, o acolhimento é uma parte crucial do cuidado prestado aos pacientes" . Segundo o enfermeiro Luis Bueno, que atua por mais de 12 na instituição,: "Enfrentar um diagnóstico de câncer pode ser emocionalmente desafiador, e os pacientes precisam sentir-se amparados e compreendidos durante todo o processo".   Para atuar na Oncologia o profissional tem que ter sensibilidade e a habilidade de proporcionar um ambiente acolhedor, promovendo o bem-estar emocional dos pacientes e oferecendo apoio em suas jornadas de tratamento.

 

Além disso, "a experiência e o conhecimento técnico desses profissionais são essenciais para administrar a quimioterapia e radioterapia com segurança e eficácia." afirma a Coordenadora Administrativa da Oncologia da Santa Casa, Sandra Almeida.  Eles monitoram de perto a resposta do paciente ao tratamento, identificando e tratando quaisquer efeitos colaterais que possam surgir. O cuidado individualizado e personalizado é uma marca do trabalho dos enfermeiros e farmacêuticos nesse ambiente. 

 

O time desempenha ainda um papel educativo, fornecendo informações detalhadas aos pacientes sobre os procedimentos, efeitos colaterais esperados e cuidados a serem seguidos durante o tratamento. Esse suporte educacional é valioso para que os pacientes possam participar ativamente do próprio tratamento e compreender o que esperar em cada etapa do processo.

 

A presença desses profissionais na sala de quimioterapia e radioterapia não se limita apenas às questões técnicas do tratamento. Eles também são fontes de apoio emocional e incentivo, fornecendo conforto em momentos de maior vulnerabilidade e auxiliando os pacientes a manterem a esperança e a determinação na luta contra todos os tipos de cânceres.

 

Em resumo, o time de enfermeiros e farmacêuticos da Hospital Santa Casa, desempenha um papel essencial na sala de oncologia, notadamente a quimioterapia e radioterapia, proporcionando um ambiente acolhedor, segurança, cuidado individualizado, suporte educativo e emocional aos pacientes em sua jornada de tratamento contra o linfoma não Hodgkin. Eles são pilares fundamentais no cuidado integral e bem-sucedido desses pacientes, oferecendo qualidade de vida e encorajamento durante todo o processo terapêutico.

 

O Sambista Jorge Aragão foi diagnosticado com Linfona Não´Hdgkin

Recentemente, o diagnóstico de linfoma Não-Hodgkin do sambista de renome, repercutiu na mídia, chamando a atenção para a importância de informações precisas sobre a doença. Compreender as características e complexidades do LNH é fundamental para que pacientes e suas famílias enfrentem a jornada de tratamento com clareza e confiança.

 

Ressaltamos a necessidade de buscar apoio médico qualificado ao se deparar com suspeitas ou diagnóstico de linfoma Não-Hodgkin. A informação é uma aliada na luta contra o câncer, e o acesso a conhecimentos embasados é essencial para tomar decisões informadas e traçar o melhor caminho de enfrentamento da doença.

 

Nosso objetivo é a conscientização sobre o linfoma Não-Hodgkin seja disseminada, para que cada vez mais pessoas compreendam a seriedade desse tipo de câncer e encontrem o suporte necessário para superar os desafios impostos por essa doença. A informação é uma poderosa ferramenta na jornada de enfrentamento do LNH, permitindo que pacientes e familiares enfrentem essa batalha com coragem e esperança.

 

Artigo pensado, pesquisado e publicado por:

Mike Nelson

Conteúdista da The Mobile Television Network

 

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Tags:

Mais vídeos relacionados