Cientistas podem ter descoberto como reverter a perda de audição

Publicado por: Editor Feed News
30/04/2023 03:39 PM
Exibições: 135
Mark Paton/Unsplash
Mark Paton/Unsplash

Cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Harvard desenvolveram um novo cocktail de medicamentos que pode regenerar células capilares no ouvido interno que permitem a audição.

 

O inovador tratamento foi testado em ratos e envolve a reprogramação genética no ouvido interno para que as células capilares voltem a crescer, explica o Futurism.

 

Os investigadores esperam que o seu novo estudo possa lançar as bases para futuros ensaios clínicos para desenvolver um tratamento para seres humanos que sofrem de perda de audição.

 

O cocktail de medicamentos, que é composto por compostos químicos e moléculas recentemente desenvolvidas chamadas ARN interferente pequeno (ARNip), remove genes que suprimem a ativação de uma via genética, permitindo o crescimento de células capilares no ouvido interno.

 

Segundo a equipa de investigação, liderada por Zheng-Yi Chen, professor na Escola de Medicina de Harvard, a capacidade de regenerar células capilares no ouvido interno tem sido o ‘Santo Graal’ do campo da perda de audição.

 

Os humanos não têm a capacidade de regenerar células capilares, que são como microfones biológicos responsáveis pela passagem de sinais sonoros do ouvido interno para o cérebro.

 

Num estudo anterior, a equipe de Chen foi capaz de fazer com que outros tipos de células se dividissem e desenvolvessem as características das células capilares. Esta última investigação baseia-se nesse sucesso, ativando essas mesmas vias com a utilização de compostos químicos recentemente desenvolvidos.

 

Ao entregarem o seu cocktail medicamentoso recentemente desenvolvido diretamente no ouvido interno de ratos adultos, os cientistas descobriram que os ratos eram capazes de regenerar novas células capilares que parecem ser totalmente funcionais. No entanto, antes de testar o tratamento em humanos, os investigadores estão a planear testá-lo primeiro em animais maiores.

 

A investigação tem o potencial de ter um impacto profundo em indivíduos que perderam parte da sua audição. Chen e a sua equipa recebem frequentemente mensagens de pessoas com perda auditiva que estão desesperadas por tratamentos eficazes.

 

Os investigadores esperam combinar um procedimento cirúrgico com um método de entrega de terapia genética para promover um novo tratamento.

 

Os resultados do novo estudo foram recentemente publicados na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

 

Com informações do Planeta ZAP

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags:

Mais vídeos relacionados