Principais mitos e verdades sobre a contracepção feminina

Publicado por: Editor Feed News
08/04/2023 09:40 PM
Exibições: 62
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

O número de mulheres no mundo que desejam fazer planejamento familiar aumentou acentuadamente nas últimas duas décadas, de 900 milhões em 2000 para quase 1,1 bilhão em 2020.

 

Cerca 842 milhões de mulheres têm acesso aos métodos modernos e 270 milhões mesmo não desejando engravidar, não estão sendo atendidas. Isso se deve, principalmente, ao acesso limitado à contracepção, à baixa disponibilidade de métodos contraceptivos modernos ou ao medo de desenvolver eventos adversos. ¹,2

 

Para desmistificar o tema, no mês da mulher, o médico ginecologista e consultor em saúde Odair Albano selecionou uma série de mitos e verdades sobre a contracepção hormonal feminina. Confira!

 

Pílulas têm composições diferentes? VERDADE

Os anticoncepcionais são divididos em dois grandes grupos, o primeiro é o das pílulas combinadas, compostas pelos dois hormônios femininos: estrogênio (controla o ciclo) e progestagênio (bloqueia ovulação e evita a gestação). Contudo, o estrogênio pode ser um grande vilão das pílulas, porque potencializa alguns eventos adversos e riscos às usuárias. Já o segundo grupo é composto somente pelo hormônio progestagênio, são também conhecidas como pílulas com progestagênio isolado.3

 

Pílulas com progestagênios isolados são eficazes e seguras? VERDADE

Nos últimos sessenta anos surgiram várias pílulas com progestagênios isolados, que apesar de terem eficácia contraceptiva, causavam efeitos indesejáveis, entre eles, o escape menstrual. Recentemente, foi lançada uma nova pílula que é uma evolução da contracepção com progestagênio isolado, ela é produzida com drospirenona, excelente hormônio que vai modernizar esse mercado como uma opção eficaz e segura.4

 

Pílula com progestagênios isolados têm benefícios além contracepção? VERDADE

A existência destes benefícios depende do progestagênio que compõe a pílula, no caso da pílula com drospirenona isolada é verdade. Por sua ação antiandrogênica, há redução da oleosidade da pele e do cabelo, da acne, do excesso de pelos e das cólicas menstruais. O princípio ativo ainda possui efeito antimineralocorticóide, que elimina o excesso de água e sais minerais e pode reduzir a retenção de líquido e com isso não há aumento do peso corporal.5

 

 

Pílulas diminuem o desejo sexual feminino? DEPENDE

Dados, atualmente disponíveis, relatam a complexidade do processo do desejo sexual, e citam a participação de vários fatores biológicos, psicológicos, comportamentais e socioculturais. Existem ainda questionamentos de algum prejuízo nas usuárias dos contraceptivos hormonais combinados, mas não nos de progestagênios isolados.6

 

Pílula livre de estrogênios pode ser indicada para adolescente? VERDADE

Pesquisas em adolescentes de 12 a 17 anos mostraram que o contraceptivo com drospirenona isolada é eficaz e seguro nesta população. Além de trazer benefícios contraceptivos, ele reduz as cólicas menstruais e uso de analgésicos.7

 

Pílula aumenta o risco para doenças trombolíticas e eventos cardiovasculares? DEPENDE

O tromboembolismo venoso (TEV) é um fenômeno raro, dependente do estrogênio, e que pode ocorrer em mulheres saudáveis usuárias e não usuárias de pílula, gestantes e no pós-parto. Há grande segurança quando se utiliza anticoncepcional com progestagênio isolado, em especial drospirenona. Pesquisa com mais 20.000 ciclos nenhum caso TEV foi observado.8-11

 

Uso de pílula durante muito tempo pode causar alteração de humor? MITO

Apesar de ser frequentemente relatado pelas usuárias de pílula, não há evidências científicas que possam confirmar o fato. Entretanto, o uso de forma continua sem pausa pode trazer benefícios pela redução da flutuação dos níveis hormonais. 12

 

Há aumento da gordura abdominal por causa exclusivamente da pílula? MITO

Este é outro relato frequente que não tem comprovação científica. O aumento da gordura abdominal não está relacionado ao uso de contraceptivos hormonais, mas, às alterações metabólicas potencializadas pelo estilo de vida. 13, 14

 

A pílula anticoncepcional causa alteração na imunidade? MITO

A imunidade está relacionada a múltiplos fatores, alguns com maior relevância, entre eles, a idade, qualidade de vida e a saúde física e psíquica e não tem relação direta com o uso de contraceptivos hormonais.

 

“A contracepção oral evoluiu muito nos últimos anos para garantir às mulheres benefícios que vão além da eficácia contraceptiva e segurança. As pílulas com progestagênios isolados, com drospirenona, traz benefícios não-contraceptivos e ainda reduzem os eventuais riscos à saúde. Lembre-se, antes de iniciar qualquer tratamento, procure o médico”, explica o ginecologista.

 

Referências

 

1-Organización Mundial de la Salud. Planificación Familiar. Genebra OMS, novembro 2020. Consultado em 29 março 2023 em:  https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/family-planning-contraception.

2-Kantorová V, Wheldon MC, Ueffing P, Dasgupta ANZ Estimating progress towards meeting women’s contraceptive needs in 185 countries: A Bayesian hierarchical modelling study PLoS Med 17(2): e1003026.

 

3 - Poli MEH, Mello CR, Machado RB, Pinho Neto JS, Spinola PG et al. Manual de anticoncepção da FEBRASGOFEMINA, Setembro 2009, vol 37, nº 9:459-492.

 

  1. Duijkers IJM, Heger-Mahn D, Drouin D, Colli E, Skouby S. Maintenance of ovulation inhibition with a new progestogen-only pill containing drospirenone after scheduled 24-h delays in pill intake. Contraception. 2016 Apr;93(4):303-309. doi: 10.1016/j.contraception.2015.12.007. Epub 2015 Dec 17. PMID: 26708301

 

5-Krattenmacher R. Drospirenone: pharmacology and pharmacokinetics of a unique progestogen. Contraception 2000;62:29-38.

 

6-Federação Brasileira das Associações Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) -  Febrasgo Position Statement. Manejo do transtorno do desejo sexual hipoativo em mulheres no ambiente ginecológico. Número 5 – Maio 2021

 

7-Apter D, Coli E,Gemzell-Danielsson K, Peters K. Multicenter, open-label trial to assess the safety and tolerability of drospirenone 4.0 mg over 6 cycles in female adolescents, with a 7-cycle extension phase. Contraception. 2020 Jun;101(6):412-419. doi: 10.1016/j.contraception.2020.02.004. Epub 2020 Feb 21

 

8-Febrasgo – Tromboembolismo Venoso e Contraceptivos Hormonais Combinados. Orientaçãoes e Recomendações. N.1vol.4 nov2016

 

9-Palacios S, Colli E, Regidor PA. Metabolic and laboratory effects of a progestin-only pill containing drospirenone 4 mg in comparison to desogestrel 75 µg: a double-blind, double-dummy, prospective, randomised study.  Eur J Contracept Reprod Health Care. 2021 Dec;26(6):454-461

 

10-Palacios S, Regidor PA, Colli E, et al. Oestrogen-free oral contraception with a 4 mg drospirenone-only pill: new data and a review of the literature. Eur J Contracept Reprod Health Car. 2020 Jun;25(3):221-227.

 

11-Palacios S, Colli E, Regidor PA. Efficacy and cardiovascular safety of the new estrogen-free contraceptive pill containing 4 mg drospirenone alone in a 24/4 regime.  BMC Womens Health. 2020 Oct 2;20(1):218.

 

12-Coffee AL, Kuehl TJ, Willis S, Sulak PJ. Oral contraceptives and premenstrual symptoms: comparison of a 21/7 and extended regimen. Am J Obstet Gynecol.2006;195(5):1311-9.

 

13- Leon Farma. CF111/301. Clinical Study Report. A Pivotal, Multicenter, Non-Comparative Trial on the Contraceptive Efficacy, Safety and Tolerability of Drospirenone as LF111 During 13 Cycles. 13 June 2014.

 

14- Leon Farma. CF111/302. Clinical Study Report. A Pivotal, Multicentre, Double-Blind, Double-Dummy, Randomised Trial on the Contraceptive Efficacy, Tolerability and Safety of LF111 (Drospirenone) Over 9 Cycles in Comparison with Desogestrel 0.075 mg. July 2014.

 

Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags:

Mais vídeos relacionados