Câncer em pessoas com menos de 50 anos “é uma epidemia global emergente”.

Publicado por: Feed News
30/12/2022 03:40 PM
Exibições: 112
Cortesia Editorial Pixabay/iStock
Cortesia Editorial Pixabay/iStock

O câncer está se tornando mais comum. A American Cancer Society estima que mais de 600 mil norte-americanos morrerão de câncer este ano e serão diagnosticados outros 2 milhões de novos casos.

 

Um relatório recente do Boston’s Brigham and Women’s Hospital revelou que é cada vez maior o número de pessoas com menos de 50 anos diagnosticadas com câncer. A também crescente taxa de jovens a receber o diagnóstico está se tornando a questão numa possível epidemia global, noticiou o Fast Company.

 

Os cânceres da mama, do cólon, do esófago, dos rins, do fígado e do pâncreas aumentaram desde a década de 1990, sendo o aumento do risco de doença precoce uma tendência geracional.

 

Juntamente com certos genes hereditários, os investigadores indicaram que fatores associados ao início da vida de indivíduo – como a alimentação, os hábitos, a obesidade, a exposição ambiental e o microbioma – têm um impacto significativo no desenvolvimento do câncer.

 

Normalmente, os efeitos desses fatores e hábitos na incidência do câncer. só se manifestam anos mais tarde, escreveram os especialistas.

 

“Alimentos altamente processados, em conjunto com mudanças no estilo de vida, com o meio ambiente, com as morbidades e outros fatores, podem ter contribuído para essas mudanças” na incidência da doença, referiram.

 

Aumentar a consciencialização sobre o câncer precoce e alargar a investigação, através de registos eletrónicos, podem capacitar o público a estar mais ciente dos fatores associados ao início da vida e o seu impacto em possíveis doenças.

Com informações da Agencia ZAP/Lusa

 





Vídeos da notícia

Imagens da notícia

Categorias:
Tags: